PORTFÓLIO DA ESCOLA

RENAGESTE 2010

Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar

ANO BASE 2009

Este slideshow necessita de JavaScript.

ESCOLA ESTADUAL CIRILO PEREIRA DA FONSECA

RUA MANOEL PEREIRA 175

CAMPO AZUL

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE MONTES CLAROS

MINAS GERAIS

Sumário

CADASTRO DA ESCOLA…………………………………………………………………….  03

JUSTIFICATIVA………………………………………………………………………………….. 06

INSTRUMENTO DE AUTO AVALIAÇÃO……………………………………………….

PLANO DE AÇÃO PARA A MELHORIA DA ESCOLA E DA GESTÃO………..

AJUDA MEMÓRIA………………………………………………………………………………….

Justificativa

A Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca, partindo do princípio de que vem consolidando as perspectivas de contribuir para a melhoria da qualidade de ensino, se propõe a participar do Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escola.

Em nossa escola, o desenvolvimento de equipe de gestão compartilhada, se dá por meio da participação de todos os segmentos envolvidos – Direção, Conselho de Classe, Colegiado Escolar, Professores e Funcionários na tomada de decisões para a melhoria do trabalho administrativo e pedagógico. O trabalho em equipe também tem nos possibilitado identificar possíveis falhas da gestão escolar e solucionar com maior rapidez os problemas identificados no âmbito escolar. Objetivando melhorar o nosso desenvolvimento, temos realizado reuniões sistemáticas, onde são focados os problemas pelos quais passa a escola expondo os avanços que já temos alcançado.

De forma participativa, com todos tendo oportunidade de expor seus pensamentos, é que se dá o desenvolvimento de nossa equipe de gestão. Os resultados positivos são evidenciados na dinamização dos trabalhos, no compromisso da equipe escolar, na auto-confiança de todos.Com relação aos alunos, percebe-se maior empenho na realização de suas atividades, atribuindo-se a isso a melhoria na qualidade de ensino.

Delegando responsabilidades, vemos que grande parte do grupo tem demonstrado grande compromisso, sempre se empenhando da melhor forma possível. O desenvolvimento de gestão escolar é administrado pela união de todos para um melhor relacionamento. Esse esforço de integração tem resultado em melhor forma de aprendizagem e no fato de que todos têm aprendido a trabalhar em grupo, o que ajuda a solucionar problemas.

Procuramos envolver todos os segmentos no processo educativo e na relação do Projeto Político Pedagógico. A participação de todos é importante, pois são variadas as formas de aprendizagem e a escola é democrática e aberta a todos os pontos de vista. O maior acompanhamento da equipe de gestão permite detectar as falhas com mais facilidade e a partir daí, também apresenta resoluções mais rápidas e com resultados positivos. Aqui nesta escola todos são ouvidos e novas propostas são aceitas, procurando estabelecer a qualidade a qualidade de educação. O maior desafio tem sido imbuir nas pessoas de que todos são escola, que o processo não pode ser individualizado. Para melhorar o desenvolvimento de equipe, temos estimulado por meio de atividade que produzem a interatividade, a realização de muitos eventos, visando realmente a melhoria sucesso escolar do aluno.

Estamos envolvendo a comunidade na elaboração e execução dos nossos projetos, de forma a estimular a formação de lideranças, além de apoiar as iniciativas dos diversos segmentos envolvidos. Como resultados dessa postura, já constatamos grandes avanços, como a redução do índice de evasão e repetência, além de uma participação verdadeiramente efetiva da comunidade, bem como a satisfação na realização das atividades comprovadas através da avaliação institucional. Como há uma descentralização das atividades, os órgãos colegiados estão mais atuantes.

Temos conseguido nos detectar no estimulo ao companheirismo, o respeito às características próprias de cada um, promovendo o desenvolvimento profissional e social de toda a equipe escolar, além da busca de uma postura profissional cada vez mais ética e responsável.

O maior desafio encontrado foi à mudança efetuada no que se refere ao conceito de gestão, uma vez que assumir a escola no ano de 2007 por meio de seleção. Após um processo de envolvimento, o trabalho fluiu naturalmente. E continuamos apostando no envolvimento cada vez maior de todos os segmentos da escola nas atividades e ações promovidas. Para tanto, é necessário estar constantemente alimentando o espírito de grupo; dando ênfase às conquistas para encorajar a acolhida dos desafios. Como sugestão, para otimizar o processo, entendemos que é preciso repensar o fator tempo e não desanimar diante dos erros.

É dentro da Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca, que na atualidade nossos alunos encontram o lugar mais fértil para o desenvolvimento de sua cidadania. Nessa escola todos cumprem o seu papel e, assim, avançamos sem parar, sem esquecer que todos devem também participar na manutenção das propostas, para tornar o processo Ensino-Aprendizagem o mais propicio e agradável possível.

O Projeto Político Pedagógico da escola, também se orienta por avaliar permanente todo o processo de acolhida do aluno, sua estadia e sua saída da escola, a participação das instituições parceiras e a realização do currículo escolar. Há critérios de desempenho estabelecidos e um conjunto de normas para que todas possam ir e vir com melhor respeito, dinamismo e transferência possíveis.

É um projeto que se renova constantemente, na teoria e na pratica, investindo em novas idéias, propostas e realizações.

Devido a sua essência inovadora, temos recebida visitas e elogios de pais de alunos e de diferentes entidades, que vêm conhecer as realizações da escola.

Os resultados obtidos ao longo do período de 2007 à 2009, mostram o imenso crescimento da escola em termos de aprendizagem, pela integração da pratica e da teoria, possibilitando desenvolvimento dos alunos em termos técnicos, culturais e acima de tudo, na formação integral dos individuais como seres capazes de conviver no meio social e respeitar o meio ambiente.

Vale ressaltar também que essa escola, obrigatoriamente, utiliza-se conjunto de diferentes linguagens, tornando o conhecimento para o aluno um processo transformador, centrado no desenvolvimento das atitudes e valores, no despertar das habilidades e potencialidades, fomentando sobremaneira a criatividade e o prazer de construir algo por si mesmo. Assim, alunos e professores se tornam construtores de algo novo, próprio, diferente e participativo.

É de salientar que uma escola como a nossa, com projetos desta envergadura, somente funciona e tem continuidade, porque existe a participação efetiva das diferentes partes de nossa comunidade e de todos aqueles que têm nos orientado e motivado aprimorar os processos de gestão.

A Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca, atende os anos finais do Ensino Fundamental de 09 (nove) anos e Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos, tipologia PO35B2, integrante da Rede Estadual de Ensino, está localizada à Rua Manoel Pereira da Silva, n° 175, no município de Campo Azul-MG, é mantida pela Secretária de Estado da Educação e pertencente à 22ª Superintendência Regional de Ensino de Montes Claros- MG, foi criada em 1948, pelo Governador do Estado, Dr. Milton Soares Campos e construída pelo prefeito de Brasília de Minas, Sr.José Milo Silqueira e recebeu os seguintes nomes: Escola Combinada Campo Belo, Escola Estadual de Campo Azul, e finalmente Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca.

A Escola possuía apenas três salas de aulas, sendo uma construída com recursos angariados pelas professoras. Em Julho de 2008, foi beneficiada por ampliação, reforma geral, construção de salas, quadra poliesportiva coberta, temos 09 salas, sendo 01 implementado o laboratório de informática e 01 de recursos pedagógicos, 01 refeitório, um pátio amplo para recreação, murado parcialmente, uma sala de biblioteca e vídeo, cedido pela prefeitura, onde anteriormente funcionava o Posto de saúde.

A princípio, a Escola foi autorizada a funcionar de 1ª à 4ª série do 1° Grau. Posteriormente autorizada a 5ª série, pelo Decreto Estadual n° 18.800, publicado no MG de 10/11/1977 e foram implantadas, gradativamente, as demais séries, funcionando em três turnos, sendo a tipologia atual PO35B2. A 5°série foi autorizada a funcionar a partir de 1979, conforme o Minas Gerais de 14/03/79. Em 09/02/80, foi autorizada a funcionar a 6ª série, em 20/02/81 a 7ª série e a 8ª Série em 12/03/82.

Em 20/02/81, o Decreto 21.214, no Governo de Francelino dos Santos, a escola denominou-se Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca, recebendo esse nome por Cirilo Pereira ser uma ilustre pessoa.

A criação do Ensino Médio, com habilitação em Magistério de 1° Grau, se deu em 09 de junho de 1995, pelo Decreto 36.958, no governo do DR. Eduardo Azeredo e sob a Portaria número 773/95, que autoriza o funcionamento do Ensino Médio.

Em 2009 a escola possuía 19 turmas, distribuídas em 3 turnos (matutino, vespertino, noturno), atendendo um total 612 alunos. Sendo 70% desses alunos oriundos da zona rural e necessitam do transporte escolar para se locomoverem até a escola e os 30% dos alunos são alunos da cidade de Campo Azul.

O nível sócio econômico das famílias da zona rural dos educandos é baixo, por dependerem unicamente da agricultura, pecuária e benefícios do Governo do Federal. Os restantes dos nossos alunos possuem renda familiar razoável, pois pertence um número de funcionários públicos, e comercial da cidade.

O corpo docente da escola formado por 20 professores, todos com habitação específica, 02 especialistas e 05 auxiliares de serviços gerais alfabetizadas e 02 com curso nível médio.

O projeto pedagógico da escola é formulado dentro das exigências legais, construído encima dos valores, objetivos, metas e estratégias partindo da realidade escolar, buscando parcerias com: psicóloga, enfermeiras, serviço social, policia militar, órgãos municipais e estadual (Emater), e através de práticas voltadas para o esporte e ações solidárias, para desenvolver a formação à cidadania.

Através do Conselho de Classe a escola vem realizando um trabalho com os alunos de conscientização, da importância da frequência e da aprendizagem em sala de aula, e em reunião com pais, onde são analisados os resultados dos aspectos quantitativos e qualitativos. E o controle da frequência é analisado constantemente, e notificado aos pais, quando não solucionados é feita a solicitação ao conselho tutelar. Em reuniões pedagógicas são discutidas estratégias inovadores para sanar dificuldades de aprendizagem, isto se dá através de: plano de intervenção (PIP), e mini projetos desenvolvidos com os alunos.

A instituição vem se destacando através de um trabalho harmonioso em conjunto com os profissionais da escola, as parcerias municipais e estaduais, um crescente desempenho dos alunos na participação em projetos e eventos elaborados e organizados pela escola e pelo Estado.

O gráfico abaixo mostra a evolução do percentual do rendimento escolar do 9º ano do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio, nas disciplinas de língua portuguesa e matemática.

.

Fonte SIMAVE/PROEB –Site da Educação

Os resultados acima nos gráficos são metas alcançadas devidos os esforços promovidos pelas especialistas através de reuniões pedagógicas, oficinas com estudo dos descritores, atividades de intervenção semanalmente, e conscientização da importância da realização das avaliações externas.

A Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca, já esteve sob a Direção de: Maria Geralda Pereira de Almeida, Ana Dias, Marilene Alves Almeida, Ìris da Paixão Flávio Almeida, Zeneide Pereira da Silva, e atualmente Weslley Lyon Pereira e tendo como vice-diretora, Aurelinda Ramos Vieira.

Gestão de Resultados Educacionais

1- Evidência A: Avaliação do Projeto Pedagógico

v  Depoimentos da comunidade escolar comprovando o resultado das ações previstas no PP apresentado.

A Proposta Pedagógica da Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca, está em fase de reformulação, mas muitas ações já previstas estão sendo colocadas em prática pelos funcionários da escola, concretizado um trabalho que está havendo resultados positivos. O que gerou um depoimento de um pai durante uma reunião com a comunidade.

Figura 1

Depoimento de pai na Reunião de Pais no dia 28 de Novembro de 2009, sobre as ações desenvolvidas na Escola, parabenizando os funcionários pelo o trabalho realizado durante o ano letivo.

Instrumento de avaliação que demonstraram os resultados apresentados na escola:

Figura 2

Apresentação Comparativa dos Resultados das Avaliações externas nos últimos 03 anos, reunião de pais no dia 28 de novembro de 2009.

Evidência B: Rendimento escolar

v  Dados do que comprovem o “grau” de desenvolvimento/ aprendizagem dos alunos na escola.

A Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca em primeiro momento analisa as taxas de aprovação, abandono junto com Diretor e especialistas bimestralmente, sendo os resultados acompanhados pela inspeção. Após a análise os resultados são discutidos em reunião com os professores para que assim a escola possa tomar ações que sanem as dificuldades diagnosticadas como: implementação do Plano de Intervenção, comunicação informal ao Conselho Tutelar a assistência social e visitas domiciliar.

Figura 3

Dados do Censo 2009.

Evidência C: Frequência Escolar

v  Advertência aos pais ou responsáveis comunicando a ausência dos filhos na escola.

A Escola vem trabalhando em conjunto verificando com os professores a frequência diária dos alunos, buscando melhorar o processo ensino-aprendizagem, ao constatar faltas consecutivas, os pais são comunicados e os alunos conscientizados diariamente, quando não solucionado o problema o Conselho Tutelar é acionado pela escola.

Figura 4

Ficha de comunicado aos pais sobre a ausência do filho às aulas.

Evidência D: Uso dos Resultados do Desempenho Escolar

v  Projetos para a melhoria dos resultados apresentados.

Os resultados das avaliações externas são discutidos com a Direção e Supervisão e repassadas para os professores em reuniões administrativa e pedagógicas, onde são analisadas os resultados dos alunos com objetivo de implementação do PIP para alcançar metas e buscar melhoria.

SIMAVE/ PROEB

Língua Portuguesa 9º ano/ Ensino Fundamental

2007- 237,0

2008 – 217,7

2009 – 233,9

Língua Portuguesa 3º ano/ Ensino Médio

2007- 244,8

2008 – 245,0

2009 – 245,0

Matemática- 9º ano/ Ensino Fundamental

2007- 237,8

2008 – 224,5

2009 – 230,8

Matemática- 3º ano/ Ensino Médio

2007- 274,0

2008 – 255,1

2009 – 259,1

Evidência E: Satisfação dos alunos, pais, professores e demais Profissionais da Escola.

v  Relato e Depoimentos dos pais

A satisfação dos pais e professores é identificada de forma democrática em reunião, onde eles tem o momento de se expressar através de opiniões, reivindicações, reclamações, ou através de avaliação individual onde podem deixar por escrito, ou atendimento individual, das observações da escola, professores, atendimento aos pais dentre outros.

Figura 5

Relato de uma Mãe sobre agradecendo a Escola pela responsabilidade que vem educando os alunos. Reunião de pais 28 de novembro de 2009.

Evidência F: Transparência e Divulgação dos Resultados

v  Comprovação de premiação dos alunos com melhor desempenho

Os resultados estão sendo divulgados aos pais e comunidade em reuniões através de apresentações dinâmicas, teatros com os alunos da escola e professores (avaliação externa), e boletins bimestrais com aspectos qualitativos e quantitativos onde são apresentados e discutidos pelos professores individualmente com pais ou responsáveis. As apresentações vêm acontecendo de forma harmônica, eficaz buscando sempre conscientizar os pais da importância interação da família com a escola.

Figura 6

Atendimento individual aos pais, feita pelos professores em sala de aula, entrega de boletins. Professora Marta, reunião de pais 28 de novembro de 2009.

Figura 7

Culminância do Programa Semeando “Projeto Hora de Mudar”, em 20 de novembro de 2009, aluna Elaine do 9º ano Ensino Fundamental, recebendo o Certificado de melhor redação, Categoria D.

2- Gestão Participativa

Evidência D: Integração Escola-Sociedade

v  Atividade de promoção de saúde, formação humana, socialização e lazer que envolva a comunidade escolar.

Um dos eventos mais marcantes da Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca em 2009, foi o Programa “Agita Galera”, Dia da Comunidade e do Escolar Ativo, que teve como objetivo discutir a importância da prática física para a saúde e realização de atividades agitadas, favorecendo crianças, jovens e adultos a buscar na atividade física um modo de vida saudável garantindo qualidade de vida a que todo cidadão tem direito. A Escola aprimorou o projeto estendendo algumas prestações de serviços à comunidade, onde houve parcerias com: Emater (doação de plantas), Fisioterapeuta com aula de alongamento e posturas física, Psicóloga e Enfermeira com palestras sobre Educação Sexual, Dentista (higiene bucal), PSF (Saúde da família) com aferição de pressão arterial, orientação sobre H1N1, músicos regionais, campanha solidária, arrecadação de alimentos e livros didáticos e literários, gincanas com diversas modalidades esportivas e concurso de dança. Com isso a escola concretizou um trabalho importante integrando a escola com toda a comunidade.

Evidência D: Integração Escola-Sociedade

Figura 8

Evento “ Agita Galera”- Dia da Comunidade e do Escolar Ativo em 04/10/2009. Aula sobre a importância da atividade física e demonstração de alongamentos para a comunidade.

Figura 9

Evento “ Agita Galera”- Dia da Comunidade e do Escolar Ativo em 04/10/2009.

Doações de plantas pela Emater para a Comunidade Escolar.

Parceria com Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Campo Azul .

Evidência E: Comunicação e Informação

v  Informativo aos pais e alunos sobre diversos alunos.

A Escola divulga as práticas em reuniões e no site criado pelo professor Welington Pereira.

Figura 10

Página do Site da Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca

Evidência F: Organização dos Alunos

Fotografia ou documento que comprovem experiências bem sucedidas dos alunos.

A Escola trabalha o Programa Semeando que teve como objetivo incentivar os alunos a serem protagonistas de um movimento que é uma rede de educação ambiental, conhecendo e compreendendo os problemas contemporâneos do planeta e implementando ações favoráveis a um futuro sustentável para o meio em que vivemos. A partir do programa semeando, a escola elaborou o projeto “Hora de Mudar”, que teve como finalidade despertar no aluno novas ações e reflexões sobre sustentabilidade e meio ambiente, modificando atitudes, hábitos pessoais e em grupo no cotidiano de uma sociedade. O projeto buscou o uso equilibrado dos recursos ambientais, para que todos os povos e gerações do planeta possam alimentar e usufruir, em harmonia dos bens oferecidos pela natureza. Assim as ações foram desenvolvidas pelos alunos com plantios de árvores, confecção de lixeiras para coleta seletiva, limpeza no pátio da escola, confecções de roupas e outras com material descartável, conscientização sobre sociedade sustentável, pesquisas e estudos sobre aquecimento global, sinais da natureza, o poder do cidadão, agricultura sustentável e paz na terra.

Figura 11

Plantio de árvores pelos alunos na Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca, organizado pela Professora de Ciências Raquel Soares.

Figura 12

Desfile com materiais com roupas confeccionadas com materiais recicláveis.

Figura 13

Vestido de noiva confeccionado com material reciclável

Culminância do Programa Semeando –”Projeto Hora de Mudar”, no dia 20 de novembro de 2009, roupas confeccionadas pelos alunos, caracterizando a reciclagem, desfile “ Luxo do Lixo.”

Figura 14

Desfile 7 de Setembro- Fanfarra: Componentes Alunos da Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca.

3- Gestão pedagógica

Evidência A: Proposta Curricular Contextualizada

A construção do currículo e planejamento, leva em conta as diferentes dimensões e aspectos do mundo físico e social, o domínio da linguagens e suas tecnologias o domínio das ciências e da natureza, a matemática e suas tecnologias, mas também garante a formação de habilidades intelectuais, valores e atitudes que assegurem a formação do cidadão comprometidos com a sociedade em geral e a comunidade em que vivem, respeita a legislação em vigor e as diretrizes curriculares nacionais e é desenvolvidos de forma contínua.

Figura 15

Ata de reunião de planejamento.

Evidência B: Monitoramento da Aprendizagem

A avaliação é organizada através de um planejamento democrático, onde os professores podem trabalhar de forma contínua e paralela. Realizando ações de intervenção no momento em que os alunos apresentem dificuldades e são acompanhados individualmente para realização de atividades recuperativas.

Figura 16

Ficha de acompanhamento individual dos alunos.

Evidência C: Inovação Pedagógica

A escola buscando trabalhar sempre em parceria com a comunidade tem como um dos seus objetivos sempre apresentar seus programas e projetos para todos os pais ou responsáveis matriculados na escola.

Figura 17

Ata de reunião de apresentação do PIP para a comunidade escolar.

Evidência D: Inclusão com Equidade

v  Fotos que demonstrem os eventos realizados.

A Escola vem buscando promover mudanças criando uma Rede de Apoio entre os profissionais da comunidade (Policia Militar, Assistente Social, Saúde, Prefeitura Municipal, Profissional da SRE) e família, para discutir ações que favoreçam um melhor atendimentos educacional inclusivo.

Figura 18

Seminário Projeto Incluir, no dia 05 de dezembro de 2009, apresentação dinâmica pelos alunos da Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca.

Evidência E: Planejamento da Prática Pedagógica

v  Planejamentos de reuniões. Encontros ou Seminários para estudo e debates sobre o Tema Inclusão.

O planejamento pedagógico acontece coletivamente bimestral em encontros de módulos II, onde é discutido o rendimento dos alunos, troca de experiências para observar a necessidades e forma de recuperação individuais dos alunos de acordo com a proposta curricular respeitando a realidade da escola e do aluno.

Figura 19

Seminário sobre Inclusão, dia 05 de novembro de 2009, debate sobre o tema.

Evidência F: Organização do Espaço e Tempo Escolares

Os ambientes são organizados de forma adequada para receber o alunado da escola, com quantidade de mesas e cadeiras suficientes para atender as turmas, que são distribuídos em três turnos, matutino e vespertino cumprindo uma carga horária de 5 módulos de 50 minutos aula e noturno 5 módulos de  40 minutos aula,  para complementação da carga horária noturna com atividades extra classe desenvolvida através de projeto, organizada com o cronograma no turno matutino ou vespertino.

Figura 20

Atividade desenvolvida extra turno no dia 06 do Mês Novembro de 2009, onde os alunos fizeram apresentações e demonstrações da cultura local.

4- Gestão de Pessoas

Evidência A: Visão Compartilhada

v  Planejamento de Seminários e Oficinas com fotos que comprovem a realização dos mesmos.

A Escola vem buscando capacitar seus profissionais com círculos de estudos, capacitações interna promovidas pelas Especialistas e em oficinas preparadas e organizadas para melhor atender as necessidades dos professores, como estudo dos descritores, CBC, resultados das avaliações externas. A integração entre os profissionais da escola acontece periodicamente em reuniões de pais, encontros religiosos, eventos da escola como 7 de setembro(desfile nas principais avenida da cidade), que é realizado com  a participação dos profissionais da escola, alunos e com o incentivo e  colaboração dos pais.

Figura 21

Planejamento da Oficina de oficina com os descritores, mês de agosto de 2009, professores de diversas disciplinas.

Evidência B: Desenvolvimento Profissional:

v  Fotos de encontros, reuniões e oficinas que provem a elevação da auto estima.

A integração da escola com a família acontece em reuniões de pais e administrativas, eventos como: páscoa, dia das mães, festa junina, agita galera, 7 de setembro, culminância de projetos internos (Programa Semeando, Atividades Complementares).

Figura 22

Celebração da Páscoa com a comunidade, alunos da Escola Estadual Cirilo Pereira da Fonseca.

Evidência C: Clima Organizacional

v  Atas de reuniões de colegiado

As decisões são tomadas em conjunto com a Direção da escola, Supervisores e Professores, onde o colegiado vem trabalhado com eficácia participando das decisões diárias deste estabelecimento de ensino.

Figura 23

Ata de reunião do Colegiado Escolar.

Evidência F: Valorização e Reconhecimento

v  Divulgação junto à comunidade dos projetos realizados por professores ou outros profissionais da escola.

A Escola valoriza e incentiva os seus profissionais para trabalhos onde existe troca de experiência em módulos II, durante planejamento, círculos de estudos, na distribuição dos trabalhos e na execução do PIP (Plano de Intervenção Pedagógica), onde os professores trabalham em pequenos grupos, criando assim novas estratégias para socialização dos trabalhos e realização de eventos para a comunidade.

Figura 24

Panfleto de divulgação do Agita Galera.

5- Gestão de Serviços e Recursos

Evidência A: Documentação e Registros Escolares

v  Fotocopias de páginas de livros de registros de documentos da secretaria.

A Escola tem uma organização interna no setor de registro obedecendo prazos estabelecidos na expedição de documentos, sendo constantemente atualizadas os documentos pertinentes a secretaria.

Figura 25 –

Livro de Expedição de Documentos de Alunos.

Figura 26-

Livro de Expedição dos Documentos dos Alunos.

Evidência B: Utilização das instalações

v  Demonstração de alunos utilizando adequadamente o laboratório de informática.

A Escola conta com uma sala de laboratório de informática, televisão, aparelho de DVD e mini system, retroprojetor, esses equipamentos são devidamente instalados é de conhecimento de todos da escola, e podem ser usados com agendamento dos dias e horas marcadas.

Figura 27

Alunos em aula no ano de 2009, sendo monitorado pelo professor de matemática Welington Pereira.

Evidência C: Preservação do Patrimônio

v  Fotografias de lixeiras para coleta seletiva de lixo na escola.

Não houve projeto com objetivo específico de trabalhar a conscientização do patrimônio escolar e sim um trabalho realizado constantemente pelos professores e Direção sobre a preservação e conservação do patrimônio escolar, sendo realizado constantemente em sala de aula.

Figura 28

Lixeiras confeccionadas no ano de 2009, pelos alunos nas aulas de Arte com o professor Cláudio Reis.

Evidência F: Gestão de Recursos Financeiros


Acompanhamento participativo do colegiados dos gastos da escola.

O colegiado esteve presente nas decisões da escola, debatendo e entrando em acordos sobre valores em licitações que devem nortear a educação, criando assim uma gestão democrática na busca por uma escola de qualidade.

Figura 29

Ata do Colegiado Escolar participação dos Gastos da Escola.

Ajuda memória

Atas de Reuniões para a Construção do Portfólio

Diretor: Weslley Lyon Pereira

Especialistas : Neidiane Soares Almeida

Hilda Aparecida Gonçalves Queiroz

Colegiado Escolar: Zeneide Pereira da Silva

Filomena Valéria Nobre Fonsêca

Welington Pereira de Jesus

3 Respostas

  1. muito bom !!! gostei muito do portifólio da escola .tõ por dentro dos asuntos.

  2. on sauda dair….viu campo azulllllllll

  3. eu fui em uma vaquejada em campo azul e adorei a cidade pretendo voltar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.427 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: